Category Archives: Sem categoria

Empregos da indústria beneficiam 100 mil pessoas

Brasília – A Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Afins (Fentifumo) esteve representada na audiência pública da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta quinta-feira, 8, em Brasília. Durante três minutos, o presidente da entidade, Gualter Baptista Júnior, defendeu o combate ao contrabando como meio de viabilizar a manutenção dos empregos na indústria.

“Considerando o número de empregos diretos – cerca de 40 mil trabalhadores na indústria do tabaco -, em todo o Brasil são 100 mil pessoas beneficiadas com estes postos de trabalho. A manutenção deles é muito importante”, disse o presidente da Fentifumo. Ele tratou do tema durante a audiência pública realizada pela Anvisa, em Brasília.

O presidente da Fentifumo destacou a importância do combate ao contrabando, questionando dados da agência. “Está se comemorando a redução do consumo de cigarro no Brasil, porém estes dados não são exatos. O consumo aumenta, especialmente dos produtos contrabandeados, os quais o governo não tem controle”, destaca.

De acordo com o presidente da federação, é necessário que o governo federal amplie a fiscalização para coibir o contrabando de cigarros no Brasil, ação vital para manutenção dos empregos na indústria legal. “Eu convido os participantes a conhecerem a família de um produtor de tabaco e de um trabalhador da indústria, para que entendam a importância da cadeia produtiva para a economia e para geração de empregos”, reforçou o presidente da Fentifumo.

A audiência da Anvisa ocorreu nesta quinta-feira, em Brasília, para discutir a liberação dos cigarros eletrônicos no Brasil. Assim como as demais entidades que defendem a cadeia produtiva do tabaco, a Fentifumo esteve representada no evento. Uma nova audiência pública deverá ser realizada no próximo dia 27, em Brasília, novamente.

Fentifumo participa de audiência na Casa Civil

Brasília – A Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Fumo e Afins (Fentifumo), participou nesta quinta-feira, 8, de uma audiência no gabinete do ministro-chefe da Casa Civil, Onix Lorenzoni. O encontro foi orquestrado pelo deputado federal Marcelo Moraes, como forma de sensibilizar o governo federal às restrições à cadeia produtiva do tabaco, assim como os riscos que o contrabando imprime à atividade legal da indústria brasileira e o reflexo destas ações na redução de postos de trabalho na cadeia produtiva.

De acordo com o presidente da Fentifumo, Gualter Baptista Júnior, o encontro com o ministro Onix Lorenzoni serve para apresentar as dificuldades que o setor, acentuadas pelas constantes sanções de decretos e normas restritivas ao consumo de derivados de tabaco, prejudicando toda a cadeia produtiva. “Pedimos que a Casa Civil seja solidária a cadeia produtiva do tabaco, em meio a todas as perseguições sofridas por empresas legalmente constituídas. Não queremos que os trabalhadores da indústria engrossem esta triste estatística do Brasil, que tem 13 milhões de desempregados”, frisa o presidente.

De acordo com o presidente da Fentifumo, cada vez que o governo federal edita algum tipo de restrição a produção de tabaco, acaba fortalecendo o mercado ilegal e enfraquecendo mais ainda a cadeia produtiva legalmente organizada. “Apresentamos a ele esta nossa preocupação com todas as restrições e projetos, que refletem nas empresas e geram riscos aos empregos e a economia do tabaco.”

A reunião foi marcada horas antes da audiência pública, realizada pela Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa), para discutir a liberação do cigarro eletrônico no Brasil. “Após apresentarmos estas demandas do setor, para sensibilizar o governo sobre as perdas de postos de trabalho, formos para audiência da Anvisa”, complementa o presidente da Fentifumo. Segundo o presidente, o ministro Onix Lorenzoni demonstrou preocupação com a mobilização da cadeia produtiva, sensível a pauta apresentada por entidades do tabaco.

Além do deputado Marcelo Moraes e dos deputados Alceu Moreia e Heitor Schuh, o senador Luiz Carlos Heinze participou da audiência na Casa Civil. Representando a cadeia produtiva, ao lado da Fentifumo estavam o presidente da Câmara Setorial do Tabaco, Romeu Schneider, do tesoureiro da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), Giovane Wickert, o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Werner e o presidente da Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo), Carlos Galant. Ainda na comitiva, o vereador de Santa Cruz do Sul, Mathias Bertrand também participou da agenda na Casa Civil.

Fentifumo representa trabalhadores em Brasília

Santa Cruz do Sul – A Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Afins (Fentifumo) participará, na próxima quarta-feira, da reunião ordinária da Câmara Setorial do Tabaco – órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília. O evento tratará de temas como o projeto de lei 769/2015, do Senado, para restrição completa à publicidade do cigarro, assim como o acordo comercial Europa – Mercosul.

Segundo o presidente da Fentifumo, Gualter Baptista Júnior, a federação preocupa-se com os desdobramentos negativos, com o aumento às restrições à comercialização de cigarros, e o prejuízo que pode ser gerado à cadeia produtiva. “Olhamos com atenção estas questões, pois há um cuidado com os trabalhadores e suas famílias que sobrevivem da produção e beneficiamento de tabaco e cigarros”, pontua. O presidente irá participar do encontro, que ocorre na sala de reuniões do Mapa, das 9 às 13 horas, na próxima quarta-feira, dia 31.

Além de confirmar presença na audiência da Câmara Setorial do Tabaco, o presidente da Fentifumo aproveita a ida a Brasília para visitar deputados e senadores em busca de apoio a causa do tabaco e aos trabalhadores que atuam na cadeia produtiva. “É preciso estreitar o diálogo com lideranças que defendem o setor. Muitos parlamentares dizem que apoiam a produção do tabaco, iremos confirmar estes posicionamentos”, reforça.

O presidente da federação frisa que o contato com lideranças precisa ser constante, assim como a atuação da Fentifumo e das demais entidades ligadas ao tabaco. “A visão é trabalhar para além da representatividade dos trabalhadores das indústrias do tabaco, mas sim, pela cadeia como um todo, que gera emprego, renda e é extremamente importante para geração de prosperidade.”

Segundo ele, o contrabando é um dos principais problemas do segmento, pois gera prejuízo ao governo, que arrecada menos impostos, e reflete de forma negativa no mercado de trabalho. “Os trabalhadores, as indústrias, todos perdem. Todos aqueles que são legalmente constituídos perdem com o contrabando, é prejudicial para o setor como um todo, e isto precisa ser combatido”, complementa. 

Fentifumo recebe Antônio Lisboa para conhecer a cadeia produtiva do tabaco em Santa Cruz

Antônio Lisboa, Secretário de Relações Internacionais da CUT, atendendo ao convite da FENTIFUMO, veio à Santa Cruz do Sul, no dia 25/01/2018, para conhecer a Cadeia Produtiva do Tabaco. Ocasião em que visitou também a FENTIFUMO, o STIFA, a AFUBRA, algumas Empresas do setor e o SINDITABACO, onde teve a oportunidade de conhecer vários programas, entre os quais, o CESCER LEGAL.

 

Fentifumo defende a manutenção do convênio entre empresas do setor do tabaco e OIT para erradicação do trabalho infantil

O Presidente da Fentifumo, José Milton Kuhnen acompanhado de Sérgio Luiz Pacheco, Tesoureiro da FENTIFUMO, foram a São Paulo, no dia 18/10/2017, pedir o apoio do  Antônio Lisboa, Secretário de Relações Internacionais da CUT e Membro da Representação Brasileira junto a OIT (1º à esquerda),  para defender a manutenção dos convênios entra as empresas do Setor do Tabaco com a OIT, para a erradicação do Trabalho Infantil. Além disso, convidaram o Sr. Lisboa a fazer uma visita à Santa Cruz e conhecer a cadeia do setor.

 

Fentifumo realiza treinamento sobre reforma trabalhista para dirigentes sindicais

Treinamento sobre Reforma Trabalhista realizado para Dirigentes Sindicais no dia 02/08/2017, com a participação do Assessor Jurídico da FENTIFUMO, Rômulo José Escouto.

Fentifumo participa do Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins em São Paulo

O Presidente da Fentifumo,  José Milton Kuhnen, participou do Congresso Nacional da CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins), em 25/08/2016, em Praia Grande -São Paulo.

Nesta foto abaixo, o Presidente,  José Milton Kuhnen está com Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA, durante o Congresso Nacional.

Presidente da Fentifumo acompanha visita do Ministro da Agricultura Blairo Magi a cadeia produtiva do tabaco

O Presidente, Sr. José Milton Kuhnen acompanhou a visita do Senhor Ministro da Agricultura Blairo Magi, para conhecer de perto a Cadeia Produtiva do Tabaco, no dia 20/07/2016, oportunidade em que entregou em mãos  um documento que expressa a preocupação da FENTIFUMO com o impacto das decisões que vierem a ser tomadas na COP7, que podem vir a contribuir para o aumento do mercado ilegal de cigarros e a, consequente, redução nos empregos no setor.

.

Fentifumo defente o setor do tabaco em audiência pública

O Presidente Kuhnen participou da Audiência Pública na Câmara dos Deputados, no dia 14/06/2016, para tratar de assuntos relacionados ao uso de Aditivos nos Cigarros e sobre o posicionamento da Delegação Brasileira na COP7 na Índia.

Fentifumo participa das Audiências Públicas da Anvisa referentes as Consultas Públicas 112/2010 e 117/2010

O Presidente, Sr. José Milton Kuhnen, participou das Audiências Públicas da Anvisa referentes as Consultas Públicas 112/2010 e 117/2010, no dia 06/12/2011, manifestando a posição da FENTIFUMO contrária a aplicação das mesmas, em defesa dos interesses dos Trabalhadores e do Setor, em Brasília.